As vezes não há nada que te digam que faça você esquecer algum acontecimento, alguém ou alguma coisa e, por mais que você queira, parece que aquele pensamento ruim te persegue. Como se livrar disso?

 

Quem nunca passou por essa situação?

Não importa o tipo de acontecimento, pode ser a perda de algo ou alguém, a perda de um emprego ou uma competição, uma discussão com alguém, uma frase que você preferia nunca ter ouvido, um acontecimento que você realmente não gostaria de ter visto ou vivenciado. O fato é que as vezes algumas lembranças ficam em nosso subconsciente e parece que gruda como chiclete. Parece que nada do que você faz consegue tirar esse pensamento dali e você passa horas remoendo e relembrando o mesmo assunto.

O que você está conseguindo com tudo isso? Nada! Só está fazendo mal pra você e muitas vezes isso começa a fazer mal pra tua saúde, afinal você está se contaminando aos poucos.

De repente vem alguém e fala pra você “Reza um pouquinho” e você pensa “Eu já tentei e mesmo assim continuo pensando nisso”. Sim, eu também acho que ajuda, mas as vezes a pessoa realmente não consegue.

Poxa vida! Nem sempre é um processo fácil pra quem está sentindo a dor, mas é preciso querer sair dessa vibração para conseguir respirar um pouquinho senão isso pode gerar uma depressão e não, depressão não é frescura!

Eu aprendi que quando estamos nesse momento de contaminação por pensamentos ruins somos nós que temos que reagir, pois por mais que outras pessoas façam algo por nós é na nossa cabeça que está o problema (pensamento).

O que fazer?

O primeiro passo é tomar consciência de que esse pensamento é ruim e cada vez que esse pensamento vier você precisa se dar conta dele.

O segundo passo é: cada vez que você se dá conta desse pensamento, você vai fazer uma coisa diferente (que não te remeta ao assunto em questão), ligar para alguém (não para falar sobre o assunto), ligar a televisão, ligar o rádio, sair de casa pra andar, ir pra academia… ou seja, fazer uma atividade que ocupará tua mente por alguns segundos, minutos ou horas. Qualquer atividade é válida (desde que você fique bem e não prejudique outras pessoas, claro!).

O terceiro passo é repetir o segundo passo cada vez que isso acontecer.

No começo o pensamento é muito forte e você tem que buscar outra atividade dezenas de vezes no mesmo dia, mas se você repete isso muitas vezes o pensamento ruim começa a ficar mais fraco. No dia seguinte são menos dezenas, depois menos e menos. Até que esse pensamento não vai mais ter tanta força sobre você e você aprende a lidar com a situação.

Isso funciona?

Funcionou comigo no pior momento da minha vida, quando eu ainda não conhecia hipnose, meditação, pnl e nem tinha dinheiro para fazer tais coisas.

Ensinei essa técnica para muitas clientes e todas elas conseguiram sair da sombra do pensamento ruim. É uma questão de perseverança.

Nosso cérebro aprende por repetição e fortalece as sinapses dessa forma. Assim, quanto mais eu faço algo mais meu corpo se acostuma. Se eu acostumar a dar um comando e substituir um pensamento por outro ele também vai se acostumar com isso.

Se você está passando por algo parecido, comece a fazer isso agora. Xô pensamento ruim e bem-vinda nova energia!!

 

Sabe quando aquele pensamento ruim te persegue? Como mudar isso?
Classificado como:                

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *