Você já disse “eu te amo” para alguém? Você consegue dizer essas palavras com facilidade? Por que as pessoas temem tanto essa frase? Por que é tão difícil para algumas pessoas dizer essas três palavras?

 

Trazemos conosco muitas crenças, algumas delas muito limitantes, impostas por nós mesmos, outras são crenças familiares e mais algumas que são trazidas da nossa cultura, da nossa sociedade. Pois bem, o dizer “eu te amo” está nas nossas crenças, por isso o fato de ser tão fácil para algumas pessoas e tão difícil para outras.

Muitas pessoas ouviram ao longo de suas vidas frases como: “Eu não vou falar eu te amo para ele, senão ele vai pensar que eu já quero casar.”; “Se eu disser eu te amo parece que estou me oferecendo.”; “Não se diz eu te amo para qualquer pessoa.”; “Só depois de muito tempo que você pode dizer eu te amo.”; “Depois que ela disse eu te amo, tudo mudou.”; “Se ele não disser eu te amo, também não vou dizer.” etc. etc. etc.

Quando a gente cresce ouvindo frases desse tipo, nossa memória guarda essas informações em nosso subconsciente e quando precisamos acessar esse tipo de informação é isso que encontramos, portanto tememos e sentimos dificuldade de expressar esse sentimento e dizer essa frase.

As crianças que crescem ouvindo “eu te amo” e recebem demonstração de afeto quando essas palavras são pronunciadas têm mais facilidade de expressar amor ao longo de suas vidas e mais facilidade de dizer “eu te amo”.

Por que? Porque a verdade é que só conseguimos dar o que nós temos dentro de nós, só damos amor se temos amor. E agora você vai dizer: Mas é claro que todo mundo tem amor e pode dar amor!… Eu gostaria muito de acreditar nisso, mas não é bem assim. Posso afirmar isso com toda certeza do mundo, pois tive que passar por um processo bem difícil e doloroso até aprender que eu nem sequer sabia o que era amor.

É difícil admitir pra nós mesmos que não fomos amados o suficiente para saber o que é amor e sofrer em busca de algo que você nem sequer sabe o que é. É preciso ter coragem pra enfrentar nossos medos e passar por cima do nosso ego admitindo que não conhecemos o básico para seguir uma vida feliz, o amor. Hoje eu não tenho vergonha de admitir isso, tenho orgulho! Pois foi preciso muita luta (sobretudo interna) pra descobrir o que era tão fácil para outras pessoas “o amor”.

Se nós crescemos com crenças negativas a respeito do amor e falta de afeto, em vez de buscar culpados é preciso buscar soluções para ficar bem e para isso precisamos fazer alguns exercícios. Comece olhando no espelho e dizendo para o próprio reflexo o quanto merece ser amado/a. Eu sei que não é tarefa fácil. Olhar nos olhos da pessoa mais importante pra você e dizer o que você sente é a tarefa mais difícil que pode existir.

Nos primeiros dias esse exercício vai fazer você se sentir bem desconfortável. No meu processo eu chorava, tinha ânsia, dor, não conseguia olhar nos olhos, mas com insistência (muita insistência, todos os dias) eu consegui! Portanto, se eu consegui qualquer um consegue! Acredite!

Olhe nos teus olhos e diga “eu te amo” todos os dias em todos os momentos que passar por um espelho. Até você acreditar que é realmente digno de receber esse amor (começando por você mesmo). Pode demorar alguns dias ou semanas, mas você vai acreditar que merece ser amado e depois disso parece que abre um portal mágico em sua vida. Algumas pessoas se aproximam de você e você consegue perceber o afeto, coisa que antes você não percebia. Você consegue transmitir amor e receber amor.

Quando me refiro aqui em transmitir e receber amor estou falando do amor universal, não só do amor amante/ sexual. Refiro-me ao amor genuíno, amor pelos que estão a nossa volta como a nossa família, amigos, amor ao que fazemos, amor pelo que temos, por onde vivemos, etc. Simplesmente amor, sem rótulos!

Quando nos permitimos viver esse amor, dizer “eu te amo” fica muito mais simples e você passa a dizer essa frase com mais frequência do que imagina. Por que? Porque você passa a ter amor e como só podemos dar o que temos, você perceberá que tem. Por que falar? Porque passa a ser importante demonstrar a quem amamos que de fato estamos amando. Deixar fluir essa energia do amor faz com que mais amor chegue até você.

Tanta gente diz que temos que falar “eu te amo” antes das pessoas morrerem porque depois que morre já não adianta mais. Então podemos aproveitar essa oportunidade!

Hoje eu posso dizer que digo “eu te amo/ amo você” pra todas as pessoas que realmente amo, que me fazem sentir confortável de uma forma ou de outra para expressar esse sentimento. Isso fez com que minha família mudasse o comportamento e aderisse ao “eu te amo” também e com que eu realmente sentisse que o amor existe entre nós. O mesmo acontece com meus amigos e pessoas que realmente fazem a diferença pra mim, dizemos “eu te amo” a cada encontro e a cada despedida para nos lembrar que esse sentimento existe entre nós e é verdadeiro.

E o fato é que eu nem ligo quando digo “eu te amo” e não o recebo de volta (ok, tem pessoas que se assustam e tem muitas que confundem as coisas), pelo menos elas estão recebendo meu amor, um dia elas poderão entender melhor.

E você já disse “eu te amo” hoje?

Diga ao menos para aquela pessoa que reflete a sua frente no espelho. Comece praticando o amor por você mesmo, toda cura começa por ele! Pense nisso!

Por que não?

 

Se você gostou desse post deixe seus comentários e talvez possa se interessar pelos posts abaixo também:

Eu honro e respeito a minha história

Como está a tua fé?

É tempo de renovar e deixar ir…

Dizer “eu te amo”? Por que não?
Classificado como:            

6 ideias sobre “Dizer “eu te amo”? Por que não?

  • 15 de novembro de 2017 em 11:51
    Permalink

    Oi Amiga….lindo texto tenho certeza que vai ajudar muitas pessoas! Até para quem gosta de dizer Eu te amo vai amar, pois reforça q realmente temos q expressar nossos sentimentos!! Aqui em casa dizemos Eu te amo… e realmente é muito bom!! Para meus amigos e parentes eu digo sem vergonha! Então aí vai pra você o meu EU TE AMO!

    Resposta
    • 16 de novembro de 2017 em 16:14
      Permalink

      Oi Rô,
      Fico feliz que tenha gostado do texto. Nem preciso dizer o quanto te amo, né?
      Ah Preciso sim!!! Te amo imensamente!!!
      Super beijjo.

      Resposta
  • 15 de novembro de 2017 em 17:52
    Permalink

    Eu te amo é transformador. Eu não tenho medo do amor…
    Obrigada por compartilhar seu caminho… muitos passamos por ele… mas qdo alguem decide escreve-lo é muito bom. Não nos sentimos sozinhos.
    O mundo precisa de mais eu te amo!!! Vamos conseguir. Te amo!

    Resposta
    • 16 de novembro de 2017 em 16:17
      Permalink

      Oi Beta,
      Não é fácil expor nossos caminhos e nossas dores, mas quando vejo que isso pode ajudar alguém a refletir um pouco sobre si e aprender um pouco mais eu sempre penso “Por que não?”.
      Depois da minha apresentação do “arsenicum album” expondo todas as minhas fraquezas isso está ficando até fácil. kkkkkk
      Sim, precisamos de muitos “Eu te amo”!
      Amo você!
      Gratidão por tudo!

      Resposta
  • 16 de novembro de 2017 em 06:01
    Permalink

    Muito bom, Tati
    Gostei qdo disse q consegue passar para os q estão à sua volta…
    Seria o caminho para diminuir a violência e ódio no mundo….
    Vale tentar… Só temos a ganhar…

    Resposta
    • 16 de novembro de 2017 em 16:19
      Permalink

      Oi Regina,
      Quando a gente distribui amor a gente recebe é a lei do retorno. Eu acredito nisso!
      Só temos a ganhar fazendo isso!
      Bora praticar!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *